Frutos Questionáveis | Iza Kutz

Frutos Questionáveis

Tenho uma goiabeira em meu quintal, ela produziu muito este ano, todos os dias o chão estava forrado de frutos. A árvore venceu seu próprio recorde em produtividade, nunca havia produzido tanto.

Infelizmente a maioria dos frutos não foram aproveitados. Ela produziu sim e produziu muito, deve ter despendido muito energia nisto. E ela continua produzindo…e os frutos continuam sendo recolhidos e descartados.

Produção, performance, resultados, são as palavras que mais ouço nas empresas. A vida laboral gira em torno disso – resultados, frutos.
Os frutos devem ter seu propósito, que deve estar alinhado com o propósito da equipe e da empresa, ou nas minhas atividades pessoais, com o meu propósito para minha vida. Parando para analisar muitos de nossos frutos não servem a seu propósito. Aceleramos para produzir mais, não há tempo para parar e refletir, precisamos fazer e fazer, custe o que custar e nos atiramos no ativismo irrefletido.

Não teríamos mais efetividade se tomássemos tempo para alinhar nossas ações com nosso propósito e o do nosso contexto? Seja este o contexto da empresa, familiar ou de saúde.Os frutos que produzimos tem compensado o esforço que temos feito? Estão nos
levando onde desejamos? Temos uma produção que cumpre seu propósito? Este ativismo louco da pós modernidade nos coloca num ritmo desenfreado, precisamos estar em atividade sempre, muitas vezes uma atividade desplanejada, desconexa do todo, atividade que não nos levará onde precisamos ir.

Coisas feitas em duplicata, relatórios pedidos por ansiedade, atividades aceitas sem reflexão (algumas vezes para manter o status de “querido/bonzinho”), tempo gasto em discussões para proteger o ego (que na verdade não está sob ameaça), reuniões sem pauta e sem decisões, coisas para cumprir tabela e sem foco em solução.

Este é um caminho fácil de se entrar sem perceber e que leva ao cansaço e como não chegamos ao resultado desejado, ficamos desmotivados, exaustos, estressados desnecessariamente.

Será que estamos ocupados demais para ter um olhar mais crítico sobre o que estamos fazendo? Este ativismo constante que nos torna inevitavelmente estressados, tem um status. Nos dias de hoje ninguém diz que tem tempo, o legal é mostrar o quanto corro de lá para cá, fazendo e fazendo, sem tempo para respirar, não é mesmo, isso traz um certo status. Então agimos assim, para parecer produtivos produzimos sem parar, mesmo que este fruto não tenha proveito.

Vamos parar por uns minutos para pensar em nossas ações. O que fizemos ontem foi de fato produtivo? Estas ações estão alinhadas com o que desejo para mim e para meu contexto seja minha carreira, minha saúde, minha família…?

Tenho certeza que temos uns minutos para pensar se tivermos coragem para parar aquela ação que não está agregando nada no nosso projeto ou desligar a TV uns minutos mais cedo, sair da internet, do face, dizer não a algum pedido ou seja lá o que ocupa seu tempo.

O que está esperando? Tome tempo com uma PAUSA PARA PENSAR – PPP e vamos brindar os resultados de ações efetivas e seus frutos saborosos.

Izabele Kutz

Fernando Simas 1211, Merces, Curitiba - Cel 41 8868 4448/Tel 41 3339-6969 - coach@izebelekutz.com.br linked in facebook you tube